Criticar é Fácil

Evite Criticar!

Assistindo programas de televisão sensacionalistas o que mais se ouve são palavras como: “absurdo, inadmissível, vergonhoso, lamentável, assim não dá…” mostram o que tem  de pior na sociedade e só fazem criticar.

Como se os problemas sociais fossem as coisas mais simples do mundo de serem resolvidos. Exigiria um esforço dos políticos, mas exigiriam um empenho muito maior da sociedade como um todo.

O fato é que a crítica está presente no nosso cotidiano, tendemos a criticar ao invés de elogiar.

Não que se deva deixar de criticar a sociedade ou seja o que for, mas fazê-la construtivamente é essencial.

Jamais se deve apontar os erros sem oferecer soluções.

Reparem que a maior parte das críticas são feitas de forma inútil, como fazem aqueles repórteres sensacionalistas que estamos habituados a ver pela Tv aberta diariamente.

Ao criticar pessoas se deve tomar o dobro de cuidado, pois são poucos os que não ficam irritados ao receberem uma crítica.

Ainda que aos seus  olhos determinada pessoa ou algo que a mesma fez é passível  de críticas, evite dar palpites.  Toda regra existe exceções, nesse caso não é diferente pois em alguns casos se tem obrigações de apontar o erro das pessoas como é no caso de: professores, chefes, advogados, juízes, pais ou quando você for diretamente prejudicado pelo possível erro de outrem.

Importante ressaltar que mesmo nesses casos onde se deva obrigatoriamente apontar o erro aos outros deve se criticar alguém naquilo que realmente lhe compete.

Um professor por exemplo, não tem o direito de criticar seu aluno porque ele escreve com a mão esquerda, da mesma forma que seus pais não podem criticar sua escolha profissional de seguir uma carreira distinta daquela que eles sonhavam para você.

A menos que você queira colecionar desafetos, não critique ninguém.

Uma situação complexa que  deve ter acontecido com todos e as pessoas perguntarem nossa opinião acerca de alguma coisa e temos uma opinião contrária do que ele(a) espera ouvir.

Daí é preciso se analisar o caso concreto, pois muitas vezes a sua crítica será inútil e até mesmo não será possível a pessoa que perguntou sanar o erro. Talvez dizer a verdade possa destruir uma alto estima que já era baixa.

Em contra partida dizer verdade é a melhor solução desde que haja tempo hábil para sanar o erro. Lembrando que estou me referindo naquela hipótese onde as pessoas que vão até nós perguntar o que pensamos a respeito.

Enfim encerro esse artigo sugerindo que” aquele que quiser corrigir os erros dos outros é melhor que inicie por corrigir  a si mesmo”.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *


7 − cinco =

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>