Bullying: Como podemos evitar?

No ano de 2010 muito se falou a respeito de Bullying em todos os meios de comunicação, dando ênfase no repúdio que a sociedade “repentinamente” manifestou pela coisa toda.

Apesar de ser totalmente contra o Bullying ou qualquer outra forma de preconceito e discriminação, acho que a sociedade está sendo um tanto quanto hipócrita, pois isso sempre existiu e porque somente agora “a sociedade” se deu conta disso?

Claro que “antes tarde do que nunca”, mas sejamos francos… quem em sua infância ou adolescência nunca presenciou esse tipo de comportamento agressivo na escola? E quantos mais foram vitimas desse tipo de abuso? Porque nada ainda foi feito para inibir este tipo de prática?

A resposta para essa pergunta é simples… infelizmente o ser humano sempre foi, e sempre será cruel com todos à sua volta (tanto faz se é com os animais, com nosso planeta ou até mesmo com nossos semelhantes).

Tenho certeza que muitos vão dizer que quem prática esse tipo de coisa é um “desajustado social” com personalidade autoritária, só que aí eu lembrarei vocês que esse mesmo “desajustado social” pode ser um de nossos filhos.

Ou seja, somos tão culpados quanto essa “garotada” que pratica esse tipo de crueldade com seus semelhantes, e quer saber por quê? Porque nós é que temos que prestar mais atenção na educação de nossas crianças para que quando cheguem à escola, já tenham discernimento suficiente para saber o que é certo e errado.

Pois, acreditem… quem educa as crianças são os pais e não a escola. Os pais moldam seu caráter e a escola apenas “lapida” sua personalidade, preparando-os melhor para viver em sociedade. Só que aí é que está o problema…

Essa mesma “sociedade” em que vivemos e que está tão chocada com esses atos hediondos é a mesma que incentiva isso, pois essa necessidade do ser humano em se sentir o “centro do universo”, acaba prejudicando também nossos próprios filhos, pois eles irão sempre se espelhar nos adultos a sua volta (para o bem ou para o mal).

Muita gente fala que crianças são seres inocentes e puros, só que a controvérsias a respeito disso, pois em minha opinião (e sintam-se à vontade para discordar), crianças são inocentes até certa idade, quando ainda estão aprendendo o que é a vida, ou seja, os recém-nascidos ou os Bebês de “colo” que ainda dependem totalmente de seus pais para tudo.

Quando as crianças vão para a escola e convivem com outras crianças, é aí que vem o verdadeiro “teste” da vida, pois em casa no convívio dos familiares eles recebem um tipo de tratamento mais… vamos dizer assim: “diferenciado”.

Na escola o tratamento é totalmente diferente e sua percepção de que não são mais o “centro das atenções” naquele ambiente, algumas vezes faz com que tentem se fazer notar da maneira errada (infelizmente).

Acredito que a prática do Bullying não seja uma “moléstia incurável”, pois basta nos policiarmos e sermos mais participativos com tudo o que nossos filhos andam fazendo. Encorajando-os quando fazem alguma coisa admirável e repreendendo-os quando fazem coisas que sabemos serem totalmente inapropriadas.

E você meu fiel leitor? Concorda com meu ponto de vista? Discorda? Dê sua opinião, pois é um assunto de extrema importância para todos nós, afinal envolve nossos filhos diretamente e os rumos que nossa sociedade pode tomar caso essas crianças cresçam com esse preconceito.

Comments

  1. Segredosdavida says

    Caro SilverHawk2099, Afinal o que você quis dizer com tudo isso? são tantos pontos de vista, que me perdi, a questão é o bullyng né? Então, acho que a questão é bem interessante, portanto, há alguns equívocos em sua colocação com relação a muitos fatores que você envolve na questão. Vamos por parte, primeiro você diz que a sociedade é hipócrita, por saber que sempre existiu o bullyng, a discrinação, o preconceito…DISCORDO! A sociedade não é hipócrita, mas sim tão vítima do bulling, quanto os agredidos e agressores, há muitas questões em jogo, todõs nós somos vítimas de um sistema cruel, vivemos num mundo de tamanha crueldade humana, vivemos em um mundo capitalista, onde o que manda é o lucro, e a condição de exercer o poder sobre um grupo mais fraco, o consumismo…Um mundo em que falta escola, saúde e muita das vezes o alimento para se comer…por isso tudo meu caro, hoje tudo é bem diferente, as infâncias, as adolecências, enfim…os hábitos e costumes, tudo muito mais intenso e sem controle pela sociedade. É uma questão cultural…político-social… A violência está em todos os lugares, de todas as formas e nós sociedade, por mais que tenhamos o conhecimento, não temos o poder de mudar tudo sozinhos, precisamos de um sistema organizado, mais humano e interessado. O homem é um ser social e desde o nascimento, depende do outro para viver, mas é preciso entender, aceitar e respeitar a subjetividade de cada um…Não sejamos imediatistas, uma ação traz sempre uma reação…e uma reação sempre tem uma explicação…

    • SilverHawk2099 says

      Obrigado pelos comentários Segredosdavida… pois esse tema realmente merece algumas reflexões a respeito…

      Desculpe te-la confundido com o tema.., mas o que quiz dizer é que infelizmente esse tipo de atitude é uma atitude inerente ao ser humano como espécie…

      Ao longo da historia todos sagemos os disparates que a raça humana vem causando ao mundo ao seu redor e o que eu quis expor neste artigo que nossas crianças não estão crescendo melhores do que os adultos de hoje…

      Não entro em nenhuma questão social aí… pois na minha opinião (e que fique bem claro… não siginifica que estou certo, pois além de fazer parte da raça humana não sou o dono da “verdade”, por isso que o tema está livre para discussão…)… quero mostrar que se não fizermos nada hoje pelas nossas crianças… o futuro será pior….

      E quando afirmo que a sociedade é hipocrita… quero dizer que somente trabalhando em conjunto podemos melhorar essa situação…. (um poquinho de cada vez já em nossos lares já podemos começar a fazer alguma diferença)….

      Quem faz a sociedade? não são os seres humanos? então… não adianta censurarmos essas atitudes se não começamos a muda´-las em nossas proprias casas…

      É facil criticar a situação… achar a coisa toda “feia”…. mas resolver que é bom infelizmente nada… e pela sociedade ser feita de seres humanos… falhos e confusos… é que afirmo que ela é hipocrita…

      Porque infelizmente não estamos sendo a solução e sim parte do problema,…

      Espero tê-la exclarecido melhor e quem sabe não “coloquei mais lenha na fogueira” para uma discussão amigavel entre nossos leitores? rsrss… um beijão :)

  2. SilverHawk2099 says

    corrigindo o paragrafo abaixo?

    “Não entro em nenhuma questão social aí… pois na minha opinião (e que fique bem claro… não siginifica que estou certo, pois além de fazer parte da raça humana não sou o dono da “verdade”, por isso que o tema está livre para discussão…)… quero mostrar que se não fizermos nada hoje pelas nossas crianças… o futuro será pior”…

    Não quis dizer “Não entro em nenhuma questão social ai….” como digitei meio rapido aconteceu um erro de concordancia entre minhas ideias nos paragrafos…rsrs… desculpem

    Eu quis dizer realmente:

    ” Não entro em nenhuma questão social especifica aí”….

    Nessa linha o sentido da explicação é que eu estava querendo dizer que olhei o tema sob uma otica mais generica e não especifica….

    Desculpe mais uma vez…rsrs e vamos lá… discutam a questao… abs a todos….

  3. Segredosdavida says

    Vamos tentar buscar umaexplicação mais plausícel para tudo isso?rsrsrs Precisamos sim trabalhar em conjunto, com certeza! Mas se o sistema não for um pouco mais justo e presente, digo, o poder público, como conseguiremos atuar no campo violência…Você viu como a questão do tráfico está dando uma boas melhorada em algumas comunidades aqui no RJ? Este é um exemplo de que a sociedade pede ajuda e quando o sistema ouve, a solução vem mais facilmente…Ah chega!rsrsrsr essa é uma discussão muito perigosa, inclui ponto de vista, totalmente diferentes…como daqui a 3 anos me formarei em Assistente Social não posso sair por aí acusando de hipócrita uma sociedade da qual será parte integrante da minha profissão…rsrsrs Eu já me preocupo muito com o conselho de ética que rege a profissão e os seus 11 princípios fundamentais.Você me entende né? Existe um filósofo que gosto muito que diz duas frases importantes que encaixam direitinho por aqui…

    Aja antes de falar e, portanto, fale de acordo com os seus atos;

    Se queres prever o futuro, estuda o passado

    E.. uma terceira que é de um filósofo iluminista Voltaire que em brilhantes palavras, pôde exprimir de forma irretocável a importância da livre manifestação de pensamento…

    E esta é parra todos que quserem comentar sobre a questão…

    “Posso não concordar com uma só palavra do que dizeis, mas defenderei até a morte vosso direito de dizê-lo”. rsrsrs
    Bjs!

  4. Segredosdavida says

    Ah…rsrsr desculpe-me voltei! Primeiro desculpe por alguns erros de escritas acima, e dizer que você diz o seguinte: Não entro em nenhuma questão social aí…ôpa!…como entra, não exatamente na questão social, mas em uma das várias expressões da questão social….Bjs de novo! e não me provoque senão voltarei aqui…ai ai ai pare de dizer que a sociedade é hipócrita menino…isso é feio…rsrsrsrs

  5. BelRech says

    Sobre o fato de isso acontecer sempre, isso é claro que sempre aconteceu, não com um nome tão sofisticado hoje em dia! É na família que os valores são inseridos e a escola é somente uma formadora…E hoje se esta invertando os papéis na escola.Estamos sempre presente na escola e é um absurdo coisas que escutamos…Se “Pais” não conseguem ver o que esta acontecendo com seus filhos, quem precisa de uma boa educação são os pais e não os filhos! Abraço

  6. SilverHawk2099 says

    Boa Noite Segredos da vida tudo ?

    Obrigado mais uma vez pelos comentários e sei que também está querendo “defender um pouco seu peixe” pois como disse irá se formar como assistente social…rssr…

    Uma pergunta… conhece as teorias de Darwin a respeito da sobrevivencia do mais forte?

    Todo ser vivo deve aprender a se adaptar ao meio em que vive para sobreviver… inclusive os seres humanos… mas nós temos um “diferencial” entre outros animais…

    Temos o dom de pensar…claro que muitos só usam esse dom para bobagens… mas mesmo assim é um dom que todos temos… concordo com alguns pontos que vc defendeu sobre o sistema não ser tão justo… só que vamos dar um exemplo a “grosso modo”…

    Vamos supor que eu seja pobre… meus pais sejam desempregados… e eu viva em um ambiente meio “barra pesada”… então para que eu sobreviva ali tenha que me juntar ao lado “negro da força” para tentar ter uma condição minima de sobrevivencia…

    A maioria das crianças cai na criminalidade… porém neste meio vive muita gente que consegue ter uma vida honesta sem se meter em sujeiras…

    A maioria das pessoas que praticam “Bullying” não são os “desfavorecidos do sistema” e sim crianças mimadas de classes mais afortunadas…

    Dada as suas excessões é mais sobre elas que tento alerta no artigo para que tomemos cuidado.,,

    Só porque minha vida não me favorece não é por isso que eu vou descontar nos mais fracos… e não é pq tenho condições melhores de vida que tamb farei isso… entende?

    Por isso mesmo respeitando sua opinião…rsrs… digo que o ser humano está agindo conforme seu instinto onde o forte prevalece entre os fracos… mas como teoricamente temos o dom do pensamento a coisa se torna pior… pois não estamos agindo como seres inteligentes e sim piores que qualquer outro animal…. rsrsrs….

    Quanto a questão do Rio de Janeiro… enquanto os politicos não darem um basta nisso a situação pode voltar… melhorou agora… mas quem garante que seja pra sempre? infelizmente a corrupção na politica e o poder paralelo nas favelas causa prejuizos a toda a população e é um “câncer” dificil de ser estirpado… não é impossivel… mas é muito dificil… espero estar errado….rsrs… mas infelizmente este é meu ponto de vista sobre as duas questões (a do artigo e a que vc usou como exemplo)…. rsrs

    Quanto ao ponto de vista levantado pela BelRech concordo em genero numero e grau….rsrs…. :)

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *


9 − seis =

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>