Anime no Brasil – O que Significa Anime?

De onde vem essa palavra? O que significa?

Acho que esta são dúvidas de muitas pessoas leigas no assunto. Bom, vou tentar explicar: ela vem originalmente do japonês animation, daí os japoneses para reduzirem o tamanho da palavra e ficar mais pronunciável, a reduziram para apenas anime. E é a animação japonesa propriamente dita, que diferencia em muito da animação tradicional americana.

Alguns animes podem vir e serem adaptados vindo do mangá, que geralmente resulta depois em um anime, seja diretamente para OVA(original video animation) , série de TV e movie, cada produtor escolhe o destino final de sua animação. O termo otaku também vem do japonês, sendo que lá esta palavra tem um sentido mais forte, porque lá é visto com um nerd aficcionado por mangás e animes apenas e não curte mais nada na vida, sendo que aqui no Ocidente a palavra ganhou outro sentido, como se fosse alguém que simplesmente gostasse de animes.

Alguns animes pioneiros do Japão são: Astro boy, Akira, A princesa e o cavaleiro, etc…feitos pelas mãos dos consagrados Ozamu Tezuka(conhecido como  o pai dos mangás), Katsuhiro Otomo, etc…que são conhecidos como mangakás. Os animes variam em público-alvo, contexto, temas, etc…A técnica empregada nos animes preza a ação e quem nunca ouviu falar dos famosos olhos grandes, que é uma marca dos animes que ficou registrada em qualquer pessoa que já tenha ouvido falar de anime; e isto não é à toa, como já disse antes, é realmente uma técnica que faz com que prestemos mais atenção do que o normal e assim ficamos envolvidos com a animação, no sentido de gostar de ver o que se está passando na TV.

Animes como Pokémon, Digimon e vários outros que passaram por aqui na TV brasileira são voltados mais para as crianças(público infantil), e já outros como Rurouni Kenshin(que sou fã e tenho até e-mail como este nome (kenshin_battousa7@hotmail.com , e que aqui no Brasil ficou conhecido como Samurai X) apresentam em seu conteúdo cenas mais fortes de luta, violência, sangue e outras coisas mais fortes, que crianças menores não poderiam assistir, devido à lei Governamental.

Acho errado tratarem os animes como público infantil, que ocorre bastante aqui no Brasil, visto os cortes(censura) que Samurai X teve quando foi exibido na TV Globo; isso faz com que o anime perca o seu conteúdo e credibilidade, e isso também vale para a própria emissora, que junto ao público também perde a credibilidade; deveriam pensar melhor e colocar a exibição em um horário mais tardar possível, como horário-nobre, etc…como se percebe, o Ibope manda em tudo né!?

Assista  alguns dos vídeos deste link e ficará por dentro do que estou tratando neste artigo:

http://www.youtube.com/watch?v=_P5MI_k7xKI&playnext=1&list=PLF23B32B00F404C2E

Numa busca que fiz pela net, usando Google como fonte de pesquisa, procurei saber se os animes eram apenas para crianças, e para minha surpresa, meus queridos leitores, a resposta oficial e final é essa: NÃO SÃO SOMENTE PARA CRIANÇAS, E ADULTOS TAMBÉM VÊEM.

Eu não gosto de ficar mexendo com coisas nerds, e muitas pessoas acham que quem vê animes é nerd, mas não é bem assim. Eu sou um exemplo disso: mexo com algumas coisas nerds, mas nem por isso essas coisas me afetaram ao ponto de eu me tornar um nerd, não ando de cabeça pra baixo e fico fazendo aquelas poses com cara de nerd, etc…tenho amigos que também não foram muito influenciados, e assim como eu, jogam bola (para quem não sabe é futebol), têm emprego e devem trabalhar, têm namoradas, etc…visite a comunidade do Orkut “ Sou otaku mas não sou idiota ’’ e você saberá do que estou falando, é como se fôssemos uma galera da zona (aqueles que só curtem futebol, mulherada, cerveja, etc…) que gosta de animes também, algumas usuários do site “ www. mp3.animaniaclub.com.br ’’ também são assim, veja o modo de falar do membro administrativo macacão sapão, e até aqui mesmo na nossa comunidade, eu desconfio que o SilverHawk (por favor não confundam as coisas, não quero acusar ninguém aqui de nada e nem procurar confusão, apenas estou citando o nome dele como exemplo para o artigo, porque afinal ele é uma boa pessoa e ponto final.) também seja assim, uma boa pessoa descontraída e que não é tão nerd, já que ele tem mais de 30 anos e também gosta de animes.

Já vi casos de notícias na internet de adultos com mais de 40 anos (um administrador se não me engano) que têm filho e tudo mais, que gosta de anime e ainda vai em eventos, onde falarei mais sobre isso daqui a pouco.

Todos os direitos reservados/ créditos ao site anime-brazil.deviantart.com

Minha experiência com anime começou quando era criança, quando estourou um sucesso na TV chamado Os Cavaleiros do Zodíaco , na extinta TV Manchete, foi um dos primeiros animes que vieram para o Brasil e que conquistou muitas pessoas, alavancando assim para o futuro a vinda de outras produções, como Shurato, Yu Yu Hakusho, Sailor Moon, Samurai Warriors, Super Campeões, etc…e não podemos nos gabar muito, porque as coisas só vem para o Brasil tardiamente, após muitos anos de exibição no país de origem ou em outros países que compraram os direitos de exibição na época quando foi lançado tal anime.

Uma questão ruim é a dos preços, que geralmente fica salgado por aqui pelo Brasil, mas se a coisa tiver sucesso e o Ibope aumentar, o preço pode abaixar, é uma questão de tempo e tem a ver com a conhecida lei da oferta e da procura. O mercado de mangás aqui no Brasil só começou a ser notório bem depois da época de CDZ(para quem não sabe  é uma sigla usada pelos fãs para se referir à Cavaleiros do Zodíaco), e graças ao movimento de emancipação dos fãs e ao sucesso no Ibope e outros fatores, os mangás também começaram a ganhar destaque no Entretenimento, vindo para o Brasil títulos como CDZ, Naruto, Bleach, A princesa e o cavaleiro, e vários outros conhecidos, e até mesmo os não muito conhecidos e quem nem chegaram a ser exibidos aqui, como X, XXX Holic, Tsubasa Chronicles, etc…Os preços dos mangás variam, desde os mais baratos(faixa de R$6) em formato menor e quinzenal, até os mais caros da Conrad, mas também têm outras editoras que estão ganhando espaço, como a Panini.

O mangá nacional mais famoso foi o Holy Avenger, que ganhou até trilha sonora. Se não conseguir acompanhar a tiragem dos mangás e comprar o seu exemplar, você tem uma outra opção: ir em lojas especializadas e comprar volumes anteriores, ou tentar com os contatos anteriores mesmo, pedindo ao dono da banca uma edição que você não tenha ou ligando para o SAC da editora.

Uma curiosidade sobre os mangás é que se lêem de trás para frente, ao contrário daqui no mundo ocidental. Cursos de japonês seriam uma boa para quem está entrando neste mundo do entretenimento nipônico, visto que os Kanjis e todas aquelas letras só entende realmente quem já estudou sobre a língua, que é muito difícil por sinal, conheço amigos meus que desistiram do curso, ou seja, tem que ter dedicação e força de vontade para aprender uma língua difícil com tantos alfabetos.

Todos os direitos reservados/créditos ao site ab-anime-brasil.blogspot.com

Já ouviu falar de AMV? Acho que só otakus já ouviram falar disso.

É uma sigla que significa Anime Music Video, onde é um vídeo com música de fundo, das mais diversas, de bandas , instrumental, etc…é uma boa maneira de se apreciar o trabalho de algum otaku, daí você pode perceber a sua personalidade(notando o estilo musical dele), e isso faz os fãs se interagirem mais ainda, lembrando que como é apenas uma criação sem fins lucrativos e tudo mais, deve-se deixar claro que você deve fazer o disclaimer, onde você afirma que não pretende deter o direitos autorais e todas aquelas coisa do tipo, para não pegar em cana né!?

Têm umas comunidades no Orkut e sites diversos pela internet que tratam deste tema, onde o vídeo é feito por algum otaku, usando algum programa de edição, como o conhecido e já embutido Windows Movie Maker, e até os mais profissionais, como o Sony Vegas e Adobe Photoshop.

Todos os direitos reservados/créditos ao site desciclo.pedia.ws

Confesso que a partir do momento que comecei a me envolver mais com animes, minha vida mudou , e para melhor, e hoje sinto mais gosto pela vida, de ver maravilhosas e belas produções, na qual assisto em minhas horas de descanso, é como se fosse ver um bom filme de cinema, onde aliás os animes também ganharam espaço neste setor, vide os filmes de CDZ quando foram exibidos, Spirited Away( do renomado Haayo Miyazaki).

O anime Dragon Ball ganhou sua versão em cinema, vide Dragon Ball Evolution. Até mesmo alguns famosos se renderam aos animes, como James Cameron, onde ele disse apreciar alguns deles e pretende até fazer alguns deles em versão para o cinema; Keanu Reeves também é um deles e deve ganhar o papel de Spike para Cowboy Bebop.

Bom, esta foi a parte 1 deste tipo de tema e artigo, farei uma continuação sim , e se quiserem saber mais, fiquem ligados, pois falarei dos Eventos de anime, dos Cosplays, e outras coisas mais.

Todos os direitos reservados/créditos ao site naruto-anime-brasil.forumeiros.com

Todos os direitos reservados ao site flickr.com

Comments

    • says

      Olá oi! Bom dia! Obrigado pelo seu comentário. Concordo com você, eu mesmo fiz uma pesquisa pelo Google e achei o que procurava, porque não queria continuar vivendo uma vida infantil, e pra minha alegria, comprovei que animes também são para adultos, através das visitas que fiz em sites diversos e comunidades do orkut. Estou visitando o seu site neste exato momento. Fico por aqui, tiau.

  1. Ramom says

    GANTZ, Berserk, GTO, Madoka Magica, Haibane Renmei, Ghost in the Shell, Higurashi no Naku Koro ni, Clannad, Bokurano, Serial Experiments Lain, Rainbow: Nisha Rokubou no Shichinin, Tokyo Magnitude, Aoi Hana, Ichi the Killer.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *


nove − 5 =

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>