A nova ortografia e sua NOVA acentuação gráfica. (Parte 2)

No primeiro artigo dessa sequência foi visto uma introdução e já alguns conceitos sobre acentuação gráfica e a nova ortografia,agora iremos tratar de HIATO, VERBOS TER E VIR, CRER, DAR, LER E VER, ditongos abertos EU-EI-OI, trema e acento diferencial.

Hiato

O mesmo que isolamento, quando ocorrendo o isolamento em vogais gera um caso específico, os únicos hiatos acentuados são os formados pelas vogais i e u pluralizadas ou não.

Ex.: Saúde, Faísca.

Obs.: vagais i ou u repetidos não tem acento.

Ex.: Xiita, Vadiice.

Repetindo algo já mencionado no artigo A nova ortografia e sua NOVA acentuação gráfica. (Parte 1), a reforma é ortográfica e não fonética, por isso as mudanças só ocorrem na escrita e não na pronuncia.

GRANDE DICA.: A reforma ortográfica não mudou Oxítona muito menos Proparoxítonas, Alterando apenas Paroxítonos ou palavras Paroxítonas.

Variações dos Verbos Crer, Dar, Ler, Ver

  • Na terceira pessoa do singular: Crê, Lê, Vê, quem ele dê
  • Na terceira pessoa do plural, Creem, Leem, Veem, Deem.

Cuidado.: A regra dos verbos ter e vir mesmo ocorrendo o acordo ortográfico, continua a mesma coisa. Isso ocorre, pois é necessário diferenciar a forma verbal, facilitando assim a interpretação.

Regra de Ter/Vir

TER VIR DERIVADOS
EU TENHO VENHO DETENHO PROVENHO
TU TENS VENS DETENS PROVENS
ELE TEM VEM DETEM PROVEM
NÓS TEMOS VIMOS DETEMOS PROVIMOS
VÓS TENDE VINDES DETENDES PROVINDES
ELES TÊM VÊM DETEM PROVEM
  1. TER e VIR levam acento circunflexo quando estiverem na 3ª pessoa do plural.
  2. Os derivados levam acento agudo quando estiverem na 2ª e na 3ª pessoa do singular e circunflexo, na 3ª pessoa do plural.

Ditongos EI – OI

Não serão mais acentuadas paroxítonas com ditongos aberto EI e OI, esse é outro exemplo do qual afirmo que a única mudança ocorrida com a nova ortografia, foi com as palavras paroxítonas.

Ex.: Ideia       separação    I-dei-a

Heroico         separação    He-roi-co

Segundo a regra já estudada paroxítonas terminadas em A, E, O(s), EM e ENS não são acentuadas, novamente falo, por isso que a nova ortografia o novo acordo ortografico só alterou as paroxítonas.

Dica.: A reforma ortográfica, não afetou nomes próprios muito menos palavras estrangeiras.

Hiatos Precedidos por Ditongos

Antes da reforma ortográfica: “feiúra, bocaiúva, baiúca.”

Depois do acordo ortográfico: “feiura, bocaiuva, baiuca.”

Se caso você separar essas palavras, você verá que a vogal u estará isolada, tendo tonicidade nela, assim deveria ele ser acentuado, porem quando você perceber o ditongo EI, OI, AI antes do i e do u isolados, como o caso dos exemplos dado anteriormente não a mais acento.

Agora tenha cuidado, pois se i e u estiverem isoladas na ultima sílaba como é o exemplo de teiú, tuiuiú e Piauí, o acento continua normalmente.

Trema

Após o acordo ortográfico, o trema está completamente abolido da língua portuguesa em palavras de origem portuguesa, tais como: “cinquenta, linguiça, consequência, linguística”. Já para palavras de origem estrangeiras, mesmo depois de a nova ortografia ser implantada mantém a grafia estrangeira, tais como: “Hübner, Citröen, Bünchen.”

Acentuação Diferencial

O histórico da acentuação diferencial vem desde 1943, passando por 1971 e finalizando em 1990, que foi quando se instalou a reforma ortográfica, no entanto em 1971 existiam inúmeros exemplos de palavras que possuíam acento diferenciado, como é o exemplo de para/pára, pelo/pêlo, apoio/apóio, assim com a vinda da nova ortografia, a correção ortográfica, se assim podemos dizer veio e deixou apenas 2 pares como exemplos da acentuação diferencial que são eles:

Por (preposição) / pôr (verbo)

Pode (presente) / pôde (pretérito)

Aqui não se leva em conta regras já comentada anteriormente, isso acontece por uma lei específica.

Então os únicos acentos diferenciais mantidos estão nos vocábulos “pôr e pôde”, não possuindo mais acentuação diferenciada os termos “para, polo, pelo, apoio, pera, forma”.

Hífen

A reforma ortográfica para o hífen, não teve muita mudança, pois a única foi mudada, foi a palavra “paraquedas e suas variantes, paraquedismo, paraquedista e etc.”, ficando todas as demais palavras que utilizam hífen mantidas.

Agora para finalizar colocarei algumas coisas sobre a reforma ortográfica na língua portuguesa e finalizo esse enorme artigo.

Os Encontros em OO

Antes do acordo: “Vôo, enjôo, perdôo.”

Depois do acordo: “Voo, enjôo, perdôo.”

Cuidado: “Álcool e alcoólico” continuam com o acento gráfico.

Nunca receberam trema

Adquirir, distinguir, distinguido, extinguido, extinguir, seguinte, questão, questionar…

Comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *


2 + seis =

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>